Skin – A Dance of Bodies and Rope

A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

Skin – A Dance of Bodies and Rope

Sexta-feira 16, Março H19:00

[performance] 18+ Vagas Limitadas: inscrição para martin.blauen@gmail.com


(Português) O corpo tem suas próprias línguas e nos esforçamos para aprender a falar. Vamos brincar com cordas e emoções, respiração e movimento, dualidades como dor e prazer. Nossa sociedade entende o gênero como um binário e força nossos corpos para essa estrutura restritiva. Queremos criar uma analogia na qual descobrimos e destruímos a compreensão rígida do corpo, criando assim novas possibilidades através da exploração da intimidade. Apresentamos uma performance em três atos. Primeiro, Martín vai amarrar Paris e uma conexão será iniciada. Então, a conexão entre elxs evoluirá e Paris vai amarrar Martín. Em uma terceira parte (opcional), haverá uma breve discussão com o público sobre confiança, cordas, emoção e o vínculo entre ‘kink’, gêneros radicais e práticas sexuais.

“A corda pode ser sexual, a corda pode ser íntima, a corda pode ser movimento. Nossa performance usa uma ferramenta (corda), uma linguagem (expressão corporal) e um contexto (ativismos trans, body positive e feminista) para refletir sobre a forma como construímos o nosso gênero e nos relacionamos com esta construção. A corda é profundamente emocional, facilitando assim uma conexão com o público. A fluidez e a intenção são nossas palavras-chave. Por essa razão, exploramos papéis tradicionais (uma pessoa amarrando / uma pessoa amarrada) e os quebramos, ambxs incorporando papéis ativos, papéis passivos e a mudança em si. Finalmente, nossa intenção é tornar os corpos trans visíveis e questionar as narrativas em torno do sexo e do gênero “.


(English) The body has its own languages and we strive to learn how to speak them. We will play with ropes and emotion, breath and movement, dualities such as pain and pleasure. Our society understands gender as a binary and forces our bodies into this restrictive structure. We want to create an analogy in which we discover and destroy the rigid understanding of the body, thus creating new possibilities through an exploration of intimacy. We present a performance in three acts. First, Martín will tie Paris and a connection will be started. Then, the connection between them will evolve and Paris will tie Martín. In a third part (optional), there will be a short discussion with the audience about trust, ropes, emotion and the link between kink and radical gender and sexual practices.

“Rope can be sexual, rope can be intimate, rope can be movement. Our performance uses a tool (rope), a language (body expression) and a context (trans, body positive and feminist activism) to reflect on the way we construct our gender and relate to this construction. Rope is deeply emotional, thus facilitating a connection with the audience. Fluidity and intention are our keywords. For this reason, we explore traditional roles (a person tying/a person being tied) and shatter them, both of us embodying active roles, passive roles and change itself. Finally, our intention is to make trans bodies visible and question narratives around sex and gender.”

 

Detalhes

Data:
Sexta-feira 16, Março
Hora:
19:00
Categorias de Evento:
, , , ,
Site:
https://www.facebook.com/events/2001380770131020/

Organizador

Paris Lakryma & Martín Blau

Local

Rés-da-Rua
Rua de Álvares Cabral, 263
Porto, Portugal
+ Mapa do Google
Site:
https://www.facebook.com/resdarua