Sobre

O Festival Feminista do Porto foi criado por um grupo de mulheres em 2015 para receber a Caravana Feminista, que partiu de Nusaybin – território Curdo – no dia 6 de março e chegou a Lisboa a 17 de outubro.

 

A ideia inicial era organizar dois dias de atividades para receber as companheiras da Caravana à sua passagem pelo Porto, mas acabou por se fazer uma programação para todo o mês, com mais de 70 eventos que aconteceram um pouco por toda a cidade.

 

O II Festival Feminista realizou-se em março de 2017, e o Porto, mais uma vez, recebeu exposições de artes plásticas, fotografia e instalação, ações de rua, teatro, teatro do oprimido, cinema, vídeo arte, dança, sessões de debate e tertúlias, apresentação de livros, oficinas e workshops, performances, concertos, entre outras.

 

Tal como a Caravana e como a Marcha Mundial das Mulheres, o FFP é um movimento feminista, anti-racista, anti-lqbtqi-fobia e anticapitalista.

Somos contra todas as formas de violência e opressão interseccional que têm origem na aliança patriarcado/capitalismo.

 

A nossa organização é autónoma, autogerida, independente de religiões e de partidos e livre de apoios financeiros institucionais.

 

Temos uma estrutura horizontal e aberta à participação de todas, numa equipa que a cada ano se renova com mais companheiras.

Cover Festival Feminista