Workshop de auto-defesa com um trabalho específico sobre as violências sexuais. Vai tratar da ocupação e do sentimento de segurança nos espaços públicos, o trabalho físico de defesa e a abordagem no momento pós agressão.

Lésbicas Creando é um projeto interdisciplinar para o bem-estar e o empoderamento das identidades que sofrem violência de gênero, identidade ou orientação sexual.

Lotação limitada: inscrições para lesbicascreando@gmail.com


Lésbicas Creando é un proxecto interdisciplinar para o benestar e empoderamento das identidades nas marxes, que recibimos violencias específicas polo noso xénero e/ou pola nosa identidade-orientación sexual.

Traballamos dende diferentes correntes de desenvolvemento persoal-colectivo.
Falamos e facemos en primeira persoa.
Tomamos a potencia das marxes e CREAMOS POSIBLIDADES

Apresentação do documentário “O Renascimento do Parto 2” com mesa de discussão após sobre parto natural e violência obstétrica contando com a presença de:

Marta Santos Lima – doula e hipno-terapeuta da Nascimento Consciente e co-facilitadora do Positive Birth Movement Porto

Nuno Pires – membro efectivo da Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto e co-facilitador do Positive Birth Movement Penafiel e Porto

Catia Quintas – Enfermeira especialista em Saúde Materna e Obstétrica e co-facilitadora do Positive Birth Movement Penafiel e Porto

Carolina Alberton Leipnitz – doula e fotógrafa de partos.

Tableaux Vibrants – Drink and Draw

No “Tableaux Vibrant” um conjunto de pessoas e objetos são dispostas no espaço criando a encenação de uma pintura em três dimensões. Através do “Tableaux Vibrant” propõe-se a reinterpretação da história da arte a partir de um duplo movimento. Primeiramente através da distorção e subversão de obras clássicas pela reencenação das mesmas numa perspectiva feminista-queer e posteriormente a partir da abertura de uma situação de desenho ao vivo na qual a própria cena, ela mesma fruto de uma transformação anterior, será recriada pelas pessoas a partir do desenho.

Com este exercício pretende-se subverter uma série de pinturas clássicas da história da arte. História que foi construída e protagonizada tradicionalmente por homens brancos, excluíndo todas as identidades que não se ajustam a esse sujeito universal. A reinterpretação das pinturas vivas através do desenho por parte dxs participantes do evento propõe ao mesmo tempo desvanecer o conceito de autoria e do artista como génio, estimulando uma participação coletiva do desenho e das artes como ferramentas críticas e criativas.

A actividade faz parte de uma colaboração com “Drink & Draw” Porto, um evento de desenho e convívio ,orientado pela Joana Estrela e Nicolau. No “Drink & Draw” o objetivo é dinamizar o processo do desenho e explorar possibilidades de interacção e colaboração na disciplina. Por isso, os exercícios propostos são geralmente feitos em grupo, e muito do que é desenvolvido nestas sessões é influenciado pelas ideias e sugestões dos participantes. Como estas sessões são mais focadas no processo do que nos resultados finais, não requerem conhecimentos prévios de desenho e estão abertas a qualquer pessoa que tenha vontade de participar.

Através desta proposta queremos activar, reconfigurar, descodificar o relato oficial que nos é apresentado através da história da arte e entender a prática artística feminista como uma práxis necessária para a desconstrução de discursos estruturas oficiais e de poder.

Back to Top
Facebook
Instagram
Twitter
Email